segunda-feira, 30 de maio de 2016

O Poeta e o Tarado * Prof Paulo Monteiro - RS

***
O poeta e o tarado
Paulo Monteiro

Uma das vantagens dos feriadões é que temos tempo suficiente para leituras e releituras.

Relendo A TROVA LITERÁRIA 
(Rio: Folha Carioca Editora S. A., 1976, p. 126), 

do meu saudoso amigo Eno Teodoro Wanke, reencontrei uma trova do paranaense Emílio de Menezes sobre um respeitável cidadão "com certo prestígio na roda literária" em que o curitibano participava no Rio de Janeiro. Tristemente famoso por engravidar as próprias filhas:
Este foi dos mais completos,
sem nunca sair dos trilhos,
pois foi pai dos próprios netos,
foi avô dos próprios filhos...



Somente os poetas têm a coragem de expor as verdades, transformando o particular em universal. Por isso, a trova de Emílio de Menezes não perdeu e não perderá a atualidade.
*
PERFIL PAULO MONTEIRO - FACEBOOK
https://www.facebook.com/profile.php?id=100002528394789 
*